Cuidar de Alguém com Lúpus

Cuidar de Alguém com Lúpus

Você por um acaso tem que cuidar de alguém com lupus? Pode ser seu cônjuge, ou seu pai, uma filha ou amiga? O fato é que o lúpus é uma batalha ao longo da vida. E cheia de altos e baixos, com períodos de estabilização e saúde quase perfeita e de repente interrompida por alguma crise, a incerteza da doença pode afetar a sua vida, diretamente, tanto como ele faz na vida da pessoa portadora do lúpus.

Vai haver momentos em que você precisará ir para o sacrifício com alguns dos seus pequenos projetos pessoais, vai ter que colocar as necessidades de outra pessoa acima de seu próprio interesse.

Dito isso, alertamos para você estar sempre cuidando da sua saúde, englobando aí os aspectos da mente e do corpo.

Agora vamos repassar para você alguns passos legais para você lidar com os desafios do lúpus, para que você dê o melhor atendimento ao seu amado, e a você mesmo.


Enfrentando e Encorajando

Pesquise bastante sobre o lúpus: A informação é uma ferramenta poderosa. E vai poder ajudar a sua comunicação com os médicos, entende-los e tambem orientar melhor seu querido (a) paciente. Saiba o máximo que puder a partir de fontes confiáveis. A internet é uma tambem uma grande ferramenta, disponível para você.

Peça ajuda: Você não nasceu sabendo tudo. Se alguém lhe oferece ajuda, seja um amigo, membro da família ou uma organização de apoio, aceite, não é ótimo trocar experiências?


Ajuda Disponível

Olhe para a sua comunidade, universidades, colégios, igrejas, ong`s, org`s, em fim, ainda há lugares e pessoas dispostas a ajudar.

Existem hoje em dia diversos centros de ajuda à comunidade, que certamente vai poder te ajudar em diversas situações, seja nas normais do dia a dia, ou de uma eventual emergência. Buscando e identificando grupos de apoio educacionais, assistência jurídica, e orientação pessoal/profissional.

Estabeleça limites: Cada caso é diferente, mas é importante saber quanto tempo você pode dar para a pessoa que está cuidando, e quando você precisa pensar sobre as suas próprias coisas.

Aproveite também a sua vida, assim você estará alegrando tambem à existência do seu paciente. Mantenha contato com seus amigos e fique envolvido com seus próprios interesses.

Encontre tempo para encontrar com os seus amigos, ligar ou enviar um e-mail para eles.

Acima de tudo, tente apreciar o tempo que você passa com a pessoa de quem cuida.

Mantenha-se focado, e encontre formas e maneiras de estar sempre lembrando, por que será que está fazendo isso? Ah, lembrou não é…

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CÂNCER E LÚPUS

A Morte Devagar

LÚPUS ERITEMATOSO DISCOIDE