Desistir Nunca

Não havia nada que eu pudesse fazer, mas eu fiz.
Alcançar tal coisa era impossível e eu a busquei.
Não havia mais esperanças e eu as mantive.
Não restava tempo para mais nada, mas eu lutei até a ultima hora.
Não queriam mais, eu insisti.
A ultima palavra havia sido dada, mas eu ainda assim falei.
Enfim... Estou passando pela vida e tudo vai se fechando,
Mas a felicidade está em mim, pois se nada tenho, por tudo lutei.
E sem me arrepender de nada, num futuro poderei dizer.
TENTEI.

Anna Cláudia Reithler

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Morte Devagar

LÚPUS ERITEMATOSO DISCOIDE

Sintomas de lúpus: Osteonecrose