Nefrite Lúpica

Nefrite Lúpica


Nefrite Lúpica

É muito comum pacientes portadores de lúpus serem diagnosticados com Nefrite Lúpica, que é um doença nos rins.


Sendo assim, estima-se que aproximadamente um terço de pacientes portadores de lúpus tenha desenvolvido ou desenvolverão Nefrite Lúpica.


O primeiro sintoma da nefrite é a retenção de líquidos, causando inchaço nos dedos, tornozelos e nas pernas.


Mas outros problemas podem aparecer dependendo de cada paciente, como infecções da urina em que a pessoa sente uma sensação de ardor ao urinar. Este tipo de sintoma pode ser tratado com a utilização de antibióticos.


A Nefrite Lúpica pode causar também perda de proteínas por meio da urina. E, além desse sintoma, outros que podem aparecer em pacientes diagnosticados com Nefrite Lúpica são: hipertensão, ganho de peso e urina escurecida.


Outro ponto que acaba agravando a saúde dos rins de quem possui lúpus é o uso contínuo de remédios. Eles podem causar a retenção de líquidos e também a diminuição da função renal.


Como já se sabe, não existe tratamento para quem tem lúpus. Porém, é possível tratar as causas da Nefrite Lúpica com um bom acompanhamento médico. O médico adequado para acompanhamento deste problema é o nefrologista.


É muito importante fazer um exame chamado biopsia renal para que seja encontrada alguma alteração significativa no tratamento.


Até hoje não se saber por que alguns pacientes com lúpus podem desenvolver a Nefrite Lúpica e outros não. Dessa forma, acredita-se que alguns fatores como genética e infecções passadas são supostas relações, embora não exista nada de concreto que comprove.


Também fala-se muito sobre associações a remédios que podem causar problemas nos rins. Mas sabe-se que a incidência da Nefrite Lúpica é maior em algumas pessoas, como as mulheres, os negros, os adolescentes e os adultos jovens e os orientais.


Os problemas causados em pacientes com Nefrite Lúpica podem chegar até mesmo à perda do rim, sem causar a perda de vida. Porém, é importante ressaltar que a evolução clínica desta doença vem melhorando com a utilização de drogas imunossupressoras.


Os pacientes que utilizam esses remédios possuem uma boa resposta inicial, porém os surtos de agravamento não estão excluídos. Sabe-se que os surtos podem ocorrer quanto tenta-se diminuir as doses medicação de imunossupressão.


O tratamento para a Nefrite Lúpica possui 2 fases: a indução e a manutenção. Mas vale ressaltar aqui que é muito importante que o paciente com Nefrite Lúpica busque um médico para fazer os devidos exames e tomar os remédios com indicação médica.


A preocupação relacionada à primeira fase, que é a de indução, é com relação ao tratamento da doença grave e que ameaça a vida do paciente.


Já, o objetivo da segunda fase está relacionado com a prevenção dos surtos e das recaídas. Isso inclui também preocupações com os efeitos colaterais que os medicamentos podem trazer.


Como já falado acima é muito importante que o paciente procure um médico que o acompanhe e instrua qual o melhor exame a ser feito e quais medicamentos devem ser utilizados.


É importante ressaltar que todas as formas de Nefrite Lúpica possuem tratamento e medicação.


A OMS fez uma classificação da gravidade da nefrite, que pode ser vista abaixo:

• Classe I –  rim com lesões mínimas: atinge menos  de 5% dos pacientes;
• Classe II – proliferação mesangial: atinge de 10 a 25% dos pacientes;
• Classe III – proliferação focal e segmentar:  atinge de 20 a 35% dos pacientes;
• Classe IV – proliferação difusa:  atinge de 35 a 60% dos pacientes;
• Classe V – membranosa: atinge de 10 a 15% dos pacientes;
• Classe VI – esclerose difusa – nesta fase existe a insuficiência renal crónica irreversível e atinge cerca de 8 a 15% dos pacientes


Para algumas fases da doença é utilizada a corticoterapia e a ciclifosfamida. Os efeitos secundários principais desse tratamento são a leucopenia e possível risco de inflamação.


Mas é importante que cada paciente procure um especialista para o seu tipo de tratamento.


Comentários

Hernandez Rueben disse…
HERNANDEZ Rueben
i ter sido vítima de (vírus herpes simplex) da doença durante os últimos quatro anos e tinha dores constantes, especialmente nos joelhos. Durante o primeiro ano, eu tinha fé em Deus que eu seria curada algum dia. Esta doença começou a circular por todo o meu corpo e eu tenho tomado o tratamento do meu médico, algumas semanas atrás eu vim em busca na internet se eu poderia obter qualquer informação relativa à prevenção desta doença, na minha pesquisa eu vi um testemunho de alguém que foi curado de (hepatite B eo cancro) por este homem Dr PEPOKO e ela deu o endereço de e-mail deste homem e aconselhar que deve contactá-lo para qualquer doença que ele iria ser de grande ajuda, então eu escrevi ao dr PEPOKO dizendo-lhe sobre a minha (vírus do herpes), ele me disse para não se preocupar que eu estava indo para ser curado !! hmm eu nunca acredita-,, bem depois de todos os procedimentos e remédio dadas a mim por este homem algumas semanas mais tarde eu comecei experimentando mudanças em cima de mim como o Dr me garantiu que eu ter curado, depois de algum tempo eu fui ao meu médico para confirmar se eu finalmente ser curado eis que era verdade, então amigos o meu conselho é, se você tem essa doença ou qualquer outro em tudo que você pode enviar e-mail Dr PEPOKO em pepokoherbatemple@gmail.com ou WhatsApp +2347053699933
entre em contato com o Dr. PEPOKO hoje para o seu problema a ser resolver para você, assim como o meu problema já ser resolver para mim também via e-mail pepokoherbatemple@gmail.com
                      Aqui é-lhe detalhes para contactar PEPOKO se você deseja para o seu problema a ser resolvido

E-mail ::: pepokoherbatemple@gmail.com
whatsapp número ::: +2347053699933

Aqui é meus dados também se quiser contactar-me pessoal ::: hernandezrueben8@gmail.com

Postagens mais visitadas deste blog

CÂNCER E LÚPUS

A Morte Devagar

LÚPUS ERITEMATOSO DISCOIDE